Celcoin News - Novidades do Open Banking em 2022

Implementação da 4ª fase transforma Open Banking em Open Finance

O Sistema Financeiro Aberto, mais comumente conhecido como Open Banking, teve seu início em fevereiro de 2021. Implementado pelo Banco Central, o modelo financeiro tem como objetivos principais o compartilhamento de dados dos clientes, a inovação dos serviços e produtos do mercado financeiro e o aumento da competitividade entre as instituições do setor.

Iniciada em fevereiro do ano passado, a fase 1 do Open Banking disponibilizou informações das instituições participantes, como os canais de atendimento e produtos, possibilitando que os clientes já comparassem os serviços.

A fase 2, implementada em agosto de 2021, foi escalonada em etapas e iniciou o compartilhamento dos dados cadastrais dos clientes com as instituições participantes. Esse compartilhamento só foi possível com a autorização do consumidor e por prazo determinado, sendo permitido o cancelamento da autorização a qualquer momento. Assim, os clientes passaram a receber ofertas de produtos e serviços mais personalizadas e adequadas às suas necessidades e com custos mais acessíveis, de forma mais ágil e segura.

Já a fase 3 incluiu a iniciação de transações via Pix por iniciadores de transações de pagamento, com a entrada gradual dos demais arranjos de pagamento. A partir desse momento, o acesso aos serviços de crédito e outros produtos financeiros se tornou mais rápido e seguro. Com relação às formas de pagamento, novas possibilidades puderam ser iniciadas via Open Banking, como por exemplo: Pix, pagamentos de boletos, pagamentos com débito em conta, pagamentos com TED e transferências entre contas da mesma instituição.

Em 2021 também vimos o início da última fase do Open Banking, cuja implementação se estenderá até março de 2022. A fase 4 visa o compartilhamento de informações sobre produtos de investimentos, previdência, seguros, câmbio, entre outros, ofertados e distribuídos no mercado. É aqui que o Open Banking abrange novos setores e amplia suas possibilidades, gerando espaço para o Open Finance, um sistema financeiro ainda mais dinâmico e completo, também abarcando o Open Insurance e o Open Investment.

Open Banking em 2022

Segundo o calendário criado pelo Banco Central, o Open Banking ainda terá novidades ao longo deste ano, com as novas etapas da 3ª fase e a continuação da implementação da 4ª etapa.

Em relação à fase 3, logo no primeiro bimestre de 2022, teremos na prática a possibilidade de pagamentos com TED e transferência entre contas na mesma instituição. Essa etapa será disponibilizada a partir do dia 15 de fevereiro. Já em junho, teremos os pagamentos com boletos via Open Banking e, em setembro, os pagamentos com débito em conta.

Quanto à fase 4, teremos, a partir de 31 de maio, o compartilhamento dos dados transacionais dos serviços e produtos entre as instituições, mais uma vez necessitando da autorização do cliente para ser efetivado.

Como uma das maiores referências deste setor do mercado, a Celcoin já oferece as possibilidades do Open Banking aos seus clientes institucionais, acompanhando todas as etapas segundo aquilo que o calendário do Banco Central prevê. Clique aqui para conhecer mais sobre nossas soluções.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest
Fique por dentro da plataforma pioneira em infraestrutura de tecnologia financeira e bancária

Ficou interessado em nossas soluções?

Envie uma mensagem!