Celcoin News - Celcoin se torna Instituição de Pagamento

Com nova licença, APIs da fintech realizam iniciação de pagamentos e consulta de dados

A Celcoin fecha 2021 apta a entregar ao mercado um pacote completo de serviços para o ambiente Open Finance. O Banco Central do Brasil (BC) acaba de autorizar a fintech a atuar como Instituição de Pagamento (IP).

Com a mudança, as APIs, também conhecidas como interface de programação de aplicações, desenvolvidas pela Celcoin poderão ser usadas para facilitar consulta de dados e possibilitar serviços de iniciação de pagamentos.

Entre os novos serviços que a Celcoin poderá entregar ao mercado, estão a emissão e a liquidação direta de boletos, além de habilitar seus usuários de APIs de Pix a oferecerem soluções de Open Banking.

De acordo com Marcelo França, CEO da Celcoin, a fintech passará a emitir e liquidar boletos diretamente na Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP), além de ter acesso ao Sistema de Pagamento Instantâneos (SPI).

Atualmente, 50 clientes usam a APIs de Pix da Celcoin. Como IP, a fintech também poderá habilitar esses clientes como participantes indiretos.

A Celcoin processa mensalmente cerca de R$ 2,5 bilhões em transações. Isso significa um aumento de 73% com relação ao volume transacionado em dezembro de 2020.

França diz que a expectativa é fechar 2021 com aproximadamente R$ 30 bilhões em transações totais. Em 2020, esse volume somou R$ 11 bilhões.

Mas o que faz uma IP?

Uma Instituição de Pagamento, de acordo com o BC, é uma pessoa jurídica que torna possível serviços de compra e venda e movimentações de recursos em um arranjo de pagamento. A IP não pode, no entanto, conceder empréstimos e financiamentos.

São as IPs que tornam possível um pagamento sem a necessidade de relacionamento com bancos e instituições financeiras. Isso é possível com o uso de um cartão pré-pago ou por meio de transações feitas com o um telefone celular.

Na prática, isso significa interoperabilidade. Com a atuação das APIs, esse ambiente e permite que usuário receba e envie dinheiro para bancos e instituições financeiras. É aí que entra todo o conhecimento da Celcoin.

O que munda para os clientes da Celcoin?

A partir da autorização para atuar como IP, a Celcoin aumenta seu poder de no mercado no papel de plataforma de Open Finance. A fintech poderá oferecer serviços como emissor de moeda eletrônica e iniciadora de transação de pagamento.

O próximo passo da Celcoin é atender a certificação de segurança, conhecida no mercado como FAPI. As equipes da Celcoin já participam de grupos de trabalho que estão desenhando o padrão aberto de transações financeiras no país.

Com a autorização do BC, a Celcoin também poderá ofertar soluções de infraestrutura de serviços financeiros. Além de ter acesso direto ao Sistema de Pagamento Instantâneos (SPI), ao Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e à Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP).

Horizonte de novos negócios

Ao atuar como uma IP, o horizonte de negócios da Celcoin se expande. Marcelo França, CEO da Celcoin, estima que a receita anual vai ultrapassar R$ 20 milhões.

 “A autorização do Bacen permitirá que nossas soluções alcancem outro patamar. Poderemos emitir e liquidar boletos diretamente, habilitar as dezenas de empresas que usam nossa API de PIX para serem participantes indiretos, oferecer novas soluções de Open Banking e core banking, entre outros serviços”

afirma França

Além de atuar no ecossistema de Open Banking, o conjunto de APIs desenvolvido pela Celcoin abrange:

  1. pagamento de contas
  2. tributos
  3. transferências via TED
  4. Pix,
  5. recargas de celular
  6. saques e depósitos na Rede Banco24Horas
  7. débito automático
  8. gift cards

A Celcoin também desenvolve um pacote de soluções para uma rede de varejistas, que usam as APIs da fintech para oferecer serviços financeiros a seus respectivos clientes. São cerca de 37 mil lojistas atuando como correspondentes digitais em quase 4 mil municípios brasileiros, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste e em localidades mais distantes dos grandes centros urbanos.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest
Fique por dentro da plataforma pioneira em infraestrutura de tecnologia financeira e bancária

Ficou interessado em nossas soluções?

Envie uma mensagem!